Itajaí testa atracação de navio de cruzeiro no porto comercial

Itajaí experimentou nesta quarta-feira, pela primeira vez, a atracação de um navio de cruzeiro no cais comercial, dentro do porto. Foi um teste para futuros embarques e desembarques de cruzeiristas _ uma solução para colocar Itajaí de volta na rota dos grandes transatlânticos.

Com bandeira de Malta, o navio Azamara Pursuit, que atracou no porto, faz cruzeiros exclusivos ao redor do mundo e é menor do que os transatlânticos convencionais. A parada em Itajaí não estava prevista. A embarcação partiu do Rio de Janeiro e a companhia de cruzeiros pediu abrigo, devido às condições do mar, antes de seguir para Montevidéu, no Uruguai.

Vieram a bordo mais de 400 passageiros, a maioria norte-americanos, britânicos, canadenses e mexicanos. Eles passaram o dia conhecendo a região, e depois seguiram viagem.

A experiência com o desembarque dentro do porto comercial funcionou bem, na avaliação da Secretaria de Turismo. A operação é a alternativa para Itajaí voltar a receber regularmente cruzeiros, já que o píer turístico não comporta o tamanho dos navios que têm navegado a costa brasileira nas últimas temporadas.

Embarque suspenso

A expectativa era que a retomada ocorresse com o navio MSC Fantasia, que faria embarque em Itajaí com paradas na Argentina e no Uruguai ainda este ano. Mas os passageiros que procuraram os pacotes nas últimas semanas receberam a resposta da empresa de que a rota está suspensa _ pelo menos por enquanto. O motivo seria a crise econômica da Argentina.

As conversações continuam, e é possível que haja novidades em breve. Ainda este mês, o prefeito Volnei Morastoni (MDB) receberá executivos das companhias de cruzeiro para uma reunião. A conversa é para alinhar a retomada das escalas dos transatlânticos.

Fonte: NSC Total

Comentários

comentários